Visitas

quinta-feira, 8 de abril de 2010



O desencantamento do lógico.......
.
" Dos males que têm assolado a humanidade, a depressão é um dos mais perigoso... "
Li isto hà pouco tempo e ficou gravado na minha memória, porque vivo com uma situação dessa natureza e realmente é terrivel, porque se infiltra de uma maneira hipócrita na vida da pessoa, instala-se e conduz e condena a sua vitima a uma vida por vezes vegetal.
Começa com uma tristeza que vai aumentando gradualmente, depois vem o cansaço e o desânimo, o isolamente e assim vai matando todas as forças vitais. Não vêm prespectivas para o seu futuro, o medo do dia de amanhã o desinteresse total e absoluto pelo presente, nada interessa, o que é importante agora, logo já não interessa, a insegurança é uma constante e não encontram porta de saída e, pior, não sentem vontade de vê-la.
E conviver com uma pessoa depressiva a dificuldade que é... por mais que se diga para a pessoa reagir, olhar em frente, tentar afastar os pensamentos ruins que estão sempre presentes, os bons são raros, sugerir uma ocupação, e que penso que também fará parte da terapia, algumas pessoas dizem que só se sai deste marasmo quando ela ( pessoa ) mesmo sentir que quer saír, nem sempre é assim na realidade, mesmo com acompanhamento médico não é fácil.... Há depressão porque é Outouno, porque é Primavera e depois é por qualquer outra situação e são seguidas e nunca mais se sai deste pesadelo....
Nós que estamos ao lado de um depressivo, penso que só podemos servir de muletas, mas não de cadeira de rodas....
Dizem os psicologos, que podemos tentar ajudar a pessoa a pensar positivo, mas só pensar positivo não chega, é necessário agir em função dos pensamentos e é isso que precisamos de compreender e fazer com que compreendam, muito dificil mesmo muito dificil, porque esse problema acaba não só com a pessoa atingida, como também com quem está a seu lado e todos os restantes. Lidar com um depressivo é muito duro, dá sentimentos de incapacidade e por vezes de culpabilidade. Se não se vêm resultados, pensamos sempre que poderiamos talvez ter feito qualquer coisa que pudesse ter ajudado a levantar a pessoa e às vezes acabamos por nos sentirmos responsáveis, o que se torna muito perigoso para o nosso equilibrio mental.
É muito importante saber estar " distante" ,( quando se consegue) mas sempre ajudando a pessoa, e nunca abdicar dos nossos afazeres, tentar ter sempre o nosso espaço, senão também ficaremos contagiados...
Existe aquela frase - talvez um cego entenda melhor o outro, mas ele será melhor guiado por alguém que veja normalmente -...
Conclusão: pede-se que sejamos tolerantes e fortes, estejamos firmes, alegres, porque um sorriso pode ser necessário, afastar sempre a tristeza junto a um depressivo, aceitar, ajudar e ainda assim continuar... "firmos e irtos como uma barra de ferro"... .







Sem comentários:

Enviar um comentário