Visitas

sábado, 10 de julho de 2010

Ah e tal agora apetece-me ser pai ....

Cristiano Ronaldo

O Cristiano Ronaldo foi pai de um rapaz, mais uma história igual a tantas outras que vimos hoje por aí. Hoje em dia fala-se em ter filhos de uma maneira um pouco estranha, de repente todas as beldades que vimos nas revistas ditas cor de rosa, sentiram o apelo da maternidade, só dá a sensação que virou moda. Ah e tal eu gostava de ser mãe/pai é giro e tal, está na hora e tal, não interessa quem é o pai, ou quem é a mãe, vais-se fazer/comprar/alugar etc, etc é que neste momento já são tantas as maneiras de fazer uma criança vir ao mundo, o como já não interessa nada.

Eu sei que em todas as épocas este assunto da maternidade foi mal gerido por muitos motivos e há um sem número de factores que contribuem para isso e que agora a pessoa está muito mais consciencializada para assumir esta tarefa de ser mãe/pai, mas, depois como é? avós com eles, mas os avós também têm as suas ocupações, enfim este novelo nunca mais tem fim ... ( apesar de haver já um aumento de natalidade, mas vem dos emigrantes ).

Mas esta conversa toda é pela notícia do Cristiano Ronaldo ter um filho que de certeza pasma toda a gente. Claro que eu não sei nada de nada da pessoa em questão, só sei o que me chega através dos média. Mas quando estou a olhar para ele, e a ouvi-lo, não lhe vejo nada, nem maturidade nem em atitudes nem em conversa, e para ser pai, a anos luz !!! e ainda por cima disto tudo, sem mãe!! !

E agora vejam, foi pai durante a estadia no Mundial na África do Sul, nasce a criança, dá a sensação que nem a vê, faz o anúncio no facebook , já nos Estados Unidos, onde passa férias com a sua namorada Irina.

Tudo bem, nada contra, a criança até nem se lembra, nem sabe, nem vê o que se passa, mas tudo isto não estranho e cheira a falso? Será mesmo verdade que deu 70.000€ para ter uma criança? É que quem já tem 2 porches, um Ferrari, 6 ou 7 casas/mansões espalhadas por todo o lado, fora as casas e negócios da família, -Ah e tal, agora era giro e tal um filho? pois é e tal, cá está ele... hoje em dia nada mais fácil como acima referi.

Valha-me a minha avó Dolores Santissíma!!!


Eu sei, que isto nem parece meu, mas carregar em botões para se obter certas coisas que mexem com sentimentos confesso que me irritam ...

2 comentários:

  1. ser rico tinha que ter algum contra e esse contra é o de não acreditarmos que alguém nos ame a não ser pelo noso dinheiro, foi esta triste conclusão que levou o Reinaldo a comprar um filho, outro contra é precisar de guarda costas e não poder andar na rua sossegado, ainda assim não deve ser mau de todo. Se tivesse mais espaço dizia mais, como não tenho fico por aqui.

    ResponderEliminar
  2. Que maravilha alguém se lembrou de Ronaldo sem pensar em receber mais alguns trocos, afinal sempre que se pensa na vida dele seja profissional,pessoal ou sentimental só se fala de números, até um filho tem de ser comprado.
    Será que apesar de tanto dinheiro alguma vez poderá ele vai ser chamado de "pai"?
    Com tanto dinheiro é difícil saber ser algum dia ele vai ser feliz sem ter de pagar por isso.

    ResponderEliminar