Visitas

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

A doença mental...

 
ARTE E DOENÇA MENTAL

Vincent van Gogh, Paul Gauguin, Lord Byron, Florbela Espanca, Virginia Woolf, LievTolstói, Serguei Rachmaninov, Piotr Ilitch Tchaikóvski, Robert Schumann fazem parte uma lista interminável de artistas célebres portadores de doença mental. O conhecido poder criativo de todos eles caminhava lado a lado com uma marcada instabilidade psíquica. Variações extremas de humor, manias,... dependência de álcool ou drogas ainda hoje atormentam a vida de muitas mentes criativas.

Sem ajuda médica, porém, corre-se o risco de uma evolução de encontro ao suicídio.
Munch teve sorte: estava relativamente bem nos últimos anos de vida.
Virginia Woolf suicidou-se no dia 28 de Março de 1941. Vestiu um casaco, encheu os bolsos com pedras e entrou no Rio Ouse, afogando-se. O seu corpo só foi encontrado no dia 18 de abril. No último bilhete para o marido, Leonardo Woolf, escreveu:
“Querido....Tenho certeza que estou a ficar louca novamente. Sinto que não conseguiremos passar por novos tempos difíceis. E não quero revivê-los. Começo a escutar vozes e não consigo concentrar-me... Não posso lutar mais...Não posso ultrapassar a vida...”

MAS, atualmente a Doença Mental é tratável sem decapitar o manancial artístico do doente.

Imagem publicada: composição mentalmédica (inclui quadro de Van Gogh)
Mentalmédica: Diretora Clínica | Dr.ª Sandra Guimarães | Médica Psiquiatra
 
 
 
 
 

Sem comentários:

Enviar um comentário