Visitas

quarta-feira, 6 de novembro de 2013

Dialogar....


 
 
Eu sou fã do diálogo, porque exige a  abertura de espírito de algumas pessoas para verem outras perspectivas da realidade, sem aquele nevoeiro dos preconceitos. 

Cada um de nós, acho eu, que faz muito  bem em afirmar, com entusiasmo, aquilo em que acredita, ( eu pelo menos procedo sempre assim ) mas tem de admitir, embora por vezes custe com  humildade, que pode estar enganado nos seus pontos de vista. Eu sei que é difícil para uma teimosa como eu aceitar isto; mas é mesmo assim devemos, por isso mostrar-nos disponíveis para aceitar discordâncias e aprender com a opinião contraria.
E na minha fraca opinião, só aprende e evolui quem é humilde.
As certezas absolutas são sempre ridículas na comunicação interpessoal. Ninguém é dono da verdade nem ninguém sabe tudo. Quando existe um confronto honesto, todos ganhamos, e, na partilha com os outros, qualquer que seja a nossa experiência, tanto cultural como relacionada com a condição social.

Não restam dúvidas a ninguém que se existisse um diálogo coerente entre os diversos povos, nomeadamente entre as diversas culturas e religiões, diminuía de certeza a cegueira da ignorância. O diálogo permite ver melhor e mais longe. Sei que estou a sonhar, e tenho noção disso, porque o que acabei de escrever é o que eu chamo “conversa de ervanário” mas, sem dúvida alguma que seria o caminho da sabedoria da conciliação e da paz. Pode ser, quem sabe um dia !!!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário