Visitas

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Anos 60/70 ....


" Uma loja de pronto-a-vestir de Lisboa vende por semana centenas de calças compridas a mulheres de todas as idades, mas a maior clientela é constituída por jovens".
Começava assim uma reportagem, publicada no ano de 1969, sobre as primeiras mulheres portuguesas a usar calças. Marcelo Caetano era então o primeiro-ministro de Portugal, herdando um país de conservadorismo salazarento. Tanto, que se punha a hipótese de haver um enquadramento legal que impedisse as mulheres de usarem calças: "A explosão do uso das calças provocou nas últimas semanas, em Portugal, certa controvérsia nos liceus, escolas e empresas, pois nem em toda a parte se sabe oficialmente da existência (ou não) dum dispositivo oficial sobre o assunto".
Menos mal, o Ministério da Educação afirmava que não existia nenhuma regulamentação oficial que as proibisse. Havia apenas uma disposição dizendo que as alunas e professoras se deviam apresentar vestidas com dignidade e decência.

Euzinha, faço parte deste grupo das calças, mas de ganga e tambem da mini-saia que fui chamada ao meu Director-Geral por não poder trajar " dessa maneira" num serviço público ....

Sem comentários:

Enviar um comentário