Visitas

sábado, 31 de dezembro de 2011

A minha mensagem de Ano Novo - 2012



Bom Ano Amigos !!!!!

Têm andado a tocar sininhos aos nossos ouvidos…. Não são sininhos dourados nem angélicos com toque de paraíso que nos acalmam, relaxam, e por vezes até parece que estamos envolvidos em algo estranho, não, não são desses! E, apetece-me pôr o indicador em riste porque, os sons destes sininhos são “agoirentos” e tão estridentes que ameaçam rebentar-nos os tímpanos, é isso mesmo, rebentarem-nos os tímpanos. Para além dos sininhos, rodopiam as sombras do belzebu rabudo num zunzum que nos inferniza a expectativa de um ano esperançoso. ….
Não vale a pena ser explícita e falar do Estado da Nação e de toda a Conjectura Internacional. Vós sois pessoas inteligentes!

Sou da opinião de que não devemos sofrer por antecipação, mas o número deste novo ano ( 2012 ), remete-me para um imaginário de gigantescas sombras alongadas e soturnas com apêndices a rabearem como caudas peçonhentas. Cortamos um mal e logo se forma outro. É que não consigo ver este número doze de outra forma. Acho que a culpa é dos tais sininhos agoirentos de que falo lá em cima.

Por conseguinte, quero espantar este “Rabudo”, que me azucrina e me faz ter um pé no céu e outro no inferno, quero entrar com o pé direito neste novo número apanhá-lo com unhas e dentes e acreditar que nem tudo vai ser tão duro como parece!!!! E como sou “boazinha” vou partilhar convosco a minha receita para este “imbróglio”, só aceitam se quiserem, mas é cá do fundinho juro !!! …

Um dia de cada vez… Um passo de cada vez… Um pensamento de cada vez….
Ano Novo, Vida Nova e Novo Recomeço ….. deixar no passado o que é do passado, que concerteza já foi uma sábia lição e também algo de árduo…. mas, aos poucos se conseguirmos, tentar mudar o que se tem de mudar, com calma e alguma perseverança, talvez assim possamos ir um bocadinho mais além com o nosso“barquito” . E qual é a meta a atingir para um dois mil e 12 , mais ou menos ? Ter paz de espírito, estar bem com a nossa consciência, e nada de stresses, (díficil, não? ) .
Que seja algo de produtivo, com bué, bué, bué de saúde, e que nunca falte os “euritos”, que fazem sempre jeito, ah!! muito muito importante, nunca perder o sentido de humor, se não então é que “estamos feitos”, … …. E , como diz a minha amiga Ana, “ cabecinhas simples!!!!, “


A todos os que me lêem desejo um Bom Ano... e lutem com todas as vossas armas possíveis!

Beijinhos para todos e obrigada por ter estado comigo todo este tempo, e continuem claro !!!! ...

Dulce Horta

Sem comentários:

Enviar um comentário