Visitas

sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Não faço planos ...






Não faço planos e cultivo menos as recordações. Já não guardo muitos papéis, nem adianto muito os meus serviço ( quaisquer que sejam ). Movimento-me num espaço cujo tamanho me serve lindamente, normalmente alcanço os seus limites com as mãos, e é nele que me instalo e vivo com a integridade que me é possível. Canso-me muito menos, mas divirto-me muito mais, e não perco a " fé " em poder constatar sempre o óbvio; porque tudo é efemero, inclusivemente nós....

Sem comentários:

Enviar um comentário