Visitas

sábado, 22 de outubro de 2011

Como funciona o cérebro humano ...



O cérebro humano mede o tempo por meio da observação dos movimentos.

Se alguém o colocar dentro de uma sala branca vazia, sem nenhuma mobília, sem portas ou janelas, sem relógio... você começará a perder a noção do tempo. Por alguns dias, a sua mente detectará a passagem do tempo sentindo as reacções internas do seu corpo, incluindo os batimentos cardíacos, ciclos de sono, fome, sede e pressão sanguínea. Isso acontece porque nossa noção de passagem do tempo deriva do movimento dos objectos, pessoas, sinais naturais e da repetição de eventos cíclicos, como o nascer e o pôr do sol.

Compreendido este ponto, há outra coisa que tem que considerar:

Nosso cérebro é extremamente optimizado, ele evita fazer duas vezes o mesmo trabalho. Um adulto médio tem entre 40 e 60 mil pensamentos por dia, o qualquer um de nós ficaria louco se o cérebro tivesse que processar conscientemente tal quantidade.
Por isso, a maior parte destes pensamentos é automatizado e não aparece no índice de eventos do dia portanto, quando se vive uma experiência pela primeira vez, ele dedica muitos recursos para compreender o que está acontecendo!!!
É quando se sente mais vivo!!!!!.

Conforme a mesma experiência se vai repetindo, ele vai simplesmente colocando as suas reacções no modo automático 'apagando' as experiências duplicadas.

Se entendeu estes dois pontos, já vai compreender porque parece que o tempo acelera, quando ficamos mais velhos e porque os Natais e as Páscoas chegam cada vez mais rapidamente. É como quando começamos a conduzir , tudo parece muito complicado, e a nossa atenção parece ser requisitada ao máximo.
Mas, um dia ao conduzir-mos já trocamos as mudanças, olhamos os semáforos, lemos os sinais ou até comemos e falamos ao telemóvel ao mesmo tempo. ( mal !!! )

Como acontece isto?
Simples: o cérebro já sabe o que está escrito nas placas ( nós não lê-mos com os olhos, mas com a imagem anterior, que fica na mente); O cérebro já sabe qual é a mudança a trocar , (ele simplesmente pega as suas experiências passadas e usa, no lugar de repetir realmente a experiência).
Ou seja, não vivenciou aquela experiência, pelo menos para a sua mente. Aqueles críticos segundos da mudança ( automóvel ), leitura de placas são apagados de sua noção de passagem do tempo…. Quando começa a repetir algo exactamente igual, a mente apaga a experiência repetida.
Conforme envelhecemos as coisas começam-se repetir - as mesmas ruas, pessoas, problemas, desafios, programas de televisão, reclamações, ... enfim... as experiências novas (aquelas que fazem a mente parar e pensar de verdade, fazendo com que seu dia pareça ter sido comprido e cheio de novidades), vão diminuindo.
Até que tanta coisa se repete que fica difícil dizer o que tivemos de novidades na semana, no ano ou, para algumas pessoas, até na década.
Em outras palavras, o que faz o tempo parecer que acelera é a... ROTINA !!!!

A rotina é essencial para a vida e optimiza muita coisa, mas a maioria das pessoas gosta tanto da rotina que, ao longo da vida, o seu “diário” acaba sendo um livro com um só capítulo, repetido todos os anos……
Felizmente há um antídoto para a aceleração do tempo:

M & M (Mude e Marque).

Mude, fazendo algo diferente e Marque, fazendo um novo ritual, uma festa ou qualquer coisa de diferente.
Entre na universidade com 60 anos, comece coisas novas e diferentes, troque a cor do cabelo, vá ao cabeleireiro, deixe a barba crescer, tire a barba, compre enfeites, colares ou brincos. pinte-se, arranje-se, vá a shows, cozinhe uma receita nova..

Beije diferente sua paixão e viva com ela momentos diferentes…

Seja diferente.

Porque se você viver intensamente as diferenças, o tempo vai parecer mais longo.
E se tiver a sorte de estar casado(a) com alguém disposto(a) a viver e buscar coisas diferentes, o seu livro será muito mais longo, muito mais interessante e muito mais v-i-v-o... do que a maioria dos livros da vida que existem por aí.
Cerque-se de amigos. Telefone só para dizer olá, almoce, ou jante com eles nem que seja uma vez no mês…
Amigos com gostos diferentes, vindos de lugares diferentes, com religiões diferentes e que gostam de comidas diferentes. A troca de ideias é realmente muito saudável.
Enfim, acho que já entendeu o recado.

Boa sorte com suas novas experiências para expandir o seu tempo, com Qualidade, Emoção, e se necessário, rituais diferentes de Vida.

ESCREVA em tAmaNhosdiFeRenTes e em CorES difErEntEs !

CRIE, PINTE, RASGUE, MOLHE, DOBRE, PICOTE, INVENTE, REINVENTE...

VIVA, VIVA, VIVA !!!!!!!!

Nota: Esta foi a “mensagem” ( ao longo destes últimos anos ) que me foi transmitida pela minha amiga e prof.ª. Romaria Passos, pintora e psicóloga, ( senhora de múltiplas facetas ) e ao mesmo tempo bastante conhecedora de assuntos ligados aos comportamentos sociais e humanos e outros..

Sem comentários:

Enviar um comentário