Visitas

domingo, 5 de setembro de 2010

Aisha
Quando vi esta fotografia, fiquei sem palavras para poder tecer quaisquer comentários a respeito desta barbaridade.
Penso não ser necessário dizer muito, pois independentemente das fundamentações culturais e sociais, violência é violência em qualquer parte do mundo.
Esta jovem adolescente, foi vitima de maus tratos por parte do seu marido, fugiu de casa por não aguentar mais esta situação, ficou neste estado, e a fotografia mostra bem o machismo execrável, que ainda domina as sociedades, inclusivamente a nossa.
Continua a haver muitas mulheres, crianças e velhos, que são vítimas de maus tratos, mas por vergonha, falta de coragem ou medo, sofrem calados esse pesadelo.
Esta imagem é o reflexo de uma realidade existente ...
Até quando isto vai continuar a existir? até quando ...
Nota: Esta afegã que saiu como capa da revista Time do mês de Agosto, chama-se Aisha, tem 18 anos, tem o nariz e as orelhas mutiladas por ter sido vítima da violência por parte do marido, e o seu aparecimento,tem como objectivo denunciar a crueldade que ainda se pratica com as mulheres talibãs.
Quando fugiu foi ter a uma ONG, perto de um refúgio de soldados Americanos. Foi levada para os Estados Unidos, onde foi operada.
Infelizmente, esta publicação transcendeu os seus objectivos e foi-lhe dado uma conotação política, relativamente à permanência dos soldados americanos naquele país pelo título, " What happens if we leave Afghnistan " ( o que acontece se deixarmos o Afaganistão? ) justificando assim a sua permanência naquele país, focando as mulheres que vivem sob o domínio talibã.

Sem comentários:

Enviar um comentário