Visitas

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Mulher ...

Frida Khalo

Escolhi a Frida Khalo para ilustrar este tema, por ter sido uma mulher muito forte!!!.

Hoje, eu não quero ser aquela mulher forte, correcta, que luta, defende
resolve, abriga, consola tudo e todos ... hoje quero ser uma mulher sensível, romântica delicada, incorrecta e frágil... hoje quero ser vista e sentida!!! Apetece-me um carinho, um abraço.. quero braços que me protejam, que me abriguem, quero alguém onde me possa aconchegar, um ombro onde eu me possa encostar, uma mão que me acaricie, alguém, que me ouça quando eu falo dos meus temores, dos meus medos, das minhas angústias ... e uma boca que me diga algumas palavras de ânimo de esperança. Quero uns olhos que vejam a minha fragilidade, as minhas fraquezas, os meus amores e desamores, e que não desejem que eu tenho que ser forte o tempo todo!. Quero que gostem de mim também por ter o meu lado frágil. Quero ser admirada por ser mulher na total essência, não só o lado de ser forte, mas também pelo lado frágil.


Hoje quero a fragilidade de ser mulher posso?





1 comentário:

  1. Não podes, tens que ser forte todos os dias e a todas as horas, lembra-te do batalhão de dependentes que tens atrás de ti. Eu sou uma delas, Tita

    ResponderEliminar